Buscar
  • Rádio União FM

Semana do Livro tem ações para crianças e deficientes visuais



Alunos e professoras da Escola de Educação Básica (EEB) Júlia Lopes de Almeida participaram do projeto "Contando história e desenhando a magia", idealizado e coordenado pela equipe de profissionais e estagiários da Biblioteca Municipal Dr. Fritz Müller. A ação de quarta-feira, dia 23 de outubro, integrante da Semana do Nacional do Livro e da Biblioteca (de 21 a 24 de outubro), foi motivo de encanto para 29 crianças com idades entre 8 e 11 anos.

O projeto "Contando história e desenhando a magia" convida os alunos a participar da criação de uma história, que é iniciada pela contadora de duas formas: pela fala e pelo desenho. Após a imaginação e a criatividade serem despertadas, as crianças são convidadas a continuar a história, usando o desenho e a dissertação oral.

O tema elaborado pela contadora, de forma lúdica e livre, foi uma história sobre a vida do cotidiano de um aluno. “O objetivo principal desta nova iniciativa é entrelaçar a história contada à produção cultural que se torna inédita, despertando assim o exercício da criatividade, o desenvolvimento da oratória e o trabalho em equipe”, destaca a gerente da biblioteca Araci Cristina França de Carvalho. “Neste trabalho, três grupos de alunos finalizam a história iniciada, apresentando o resultado para os demais.”

As produções dos grupos ficarão expostas na Biblioteca Municipal durante um mês, a partir do dia 30 de outubro. “Assim, familiares e comunidade poderão conhecer as novas e inéditas histórias criadas pelas crianças”, salienta Araci Cristina. “Começar essa oficina foi um desafio para mim, e o resultado do projeto foi maravilhoso. Ver as crianças trabalhando em equipe e empenhadas na atividade com um sorriso no rosto foi muito gratificante. Conseguimos trabalhar a criatividade, o trabalho em grupo e o desenho durante a oficina.”

Os poucos alunos que no início pensaram que seria difícil realizar a atividade, conseguiram finalizá-la com alegria e êxito. “Este projeto acrescentou muito no meu desenvolvimento profissional. Espero poder realizar a mesma oficina com apoio da nossa equipe em vários momentos no futuro próximo”, destaca a estagiária Rafaela Catherine Bruch de Melo.

Para Verena Pellis Kirsten, profissional responsável pelo programa de Contação de História da Biblioteca Municipal, projetos e momentos como este chegam para ampliar as ações de difusão e divulgação da leitura e literatura.

Escrita em Braille Para se engajar na programação da semana dedicada ao livro, a Biblioteca da Faculdade Senac e a Sociedade Cultural Amigos do Centro Braille de Blumenau (ACBB) promoveram um momento chamado "A escrita em Braille e as tecnologias assistivas: fatos e fakes sobre a leitura da pessoa cega”. O trabalho conduzido por Eliane Luchini, do Centro Braille da Secretaria Municipal de Cultura, destacou a escrita em braille e, especialmente, a desmistificação de tratamentos e conceitos que envolvem a pessoa cega. Foi apresentado aos participantes um dos primeiros instrumentos criados para a escrita Braille, o livro em braille, o audiolivro, o scanner de voz, bem como a necessidade de comunicação ativa, focando os exemplos na área da saúde, uma vez que os participantes eram alunos do curso técnico em enfermagem.

3 visualizações
TEL: 47 3326 6033 
RUA AMAZONAS, 131 - BLUMENAU, SC 
RÁDIO UNIÃO FM - Copyright © 2019 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 
DESENVOLVIDO POR @MAURICIOCATTANI
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon