Buscar
  • Rádio União FM

Procon de Gaspar realiza pesquisa de preço de material escolar


O início do ano letivo na rede municipal de ensino de Gaspar começa no dia 5 de fevereiro, neste final do período de recesso escolar, os estudantes se preparam para o retorno às atividades escolares. Com o intuito de auxiliar os consumidores na busca pelo menor preço e a fazer economia, a Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor divulga nesta sexta-feira, 24, uma pesquisa de preços de materiais escolares e algumas dicas de orientação.

O levantamento de preços de materiais escolares foi realizado em cinco estabelecimentos, nos dias 17, 20 e 21 de janeiro. A pesquisa contempla 67 itens que fazem parte da lista de material escolar, e conta com um mesmo item, porém com uma variedade de marca por conta da diferença de distribuidores de cada estabelecimento comercial.

De acordo com a pesquisa realizada pelo Procon, há uma grande diferença de valores conforme a marca analisada. O Lápis de Cor com 12 cores foi encontrado com valores entre R$ 2 e R$ 19,99.

O superintendente do Procon, Thiago Zardo Machado, destaca a importância de verificar os preços. “A pesquisa realizada pela equipe do Procon mostra variações significativas de preços, por isso sempre reforçamos a importância de verificar essas diferenças de valores antes de efetuar as compras. Outra dica é fugir dos materiais com marcas e logotipos da moda, que acabam sendo mais caros”, ressalta Zardo.

Orientação

O Procon orienta os consumidores para a realização das compras durante o período. Antes de realizar qualquer compra, o consumidor deve sempre pesquisar em diferentes estabelecimentos e verificar as vantagens oferecidas conforme a forma de pagamento escolhida. Outro fator importante é começar a se atentar ao valor dos itens menores, como borrachas. É bastante comum que haja diferenças entre os valores e os pais acabem pagando mais caro sem notar.

Conforme a pesquisa realizada, os preços podem variar muito de um estabelecimento para outro, então vale sempre a velha dica de pesquisar e comparar preços, o que pode levar a uma economia significativa;A principal recomendação é de, sempre que possível, optar pelo pagamento à vista, geralmente há descontos e o consumidor evita futuros endividamentos com cartões de créditos. Se houver diferença entre o preço na vitrine e o preço afixado no produto, prevalece o menor preço, porém, o superintendente Thiago Zardo, destaca que "há necessidade de boa-fé nas relações entre comerciantes e consumidores".

1 visualização
TEL: 47 3326 6033 
RUA AMAZONAS, 131 - BLUMENAU, SC 
RÁDIO UNIÃO FM - Copyright © 2019 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 
DESENVOLVIDO POR @MAURICIOCATTANI
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon