Buscar
  • Rádio União FM

32ª Marejada valoriza trabalho artesanal de Itajaí



O artesanato já é marca registrada na maior festa do pescado do Brasil. A 32ª MAREJADA resgata as tradições locais e aposta na valorização dos artesãos do município. Nesta edição, quase 50 artesãos apresentam suas obras no segundo andar do Centreventos. Bonecos, chaveiros, velas, cosméticos, toalhas, artigos natalinos, objetos decorativos e bijuterias integram o espaço.

Todo produto exposto na festa foi produzido pelas mãos de pessoas que dedicam anos de sua vida ao artesanato. Rogério Santos Machado, de 41 anos, é um desses profissionais e faz parte do projeto Culturada, da Fundação Cultural de Itajaí. O artesão é de Sergipe e trabalha há mais de 10 anos no ramo.

“Estou em Itajaí há quatro anos e esta é minha primeira Marejada. Meu maior prazer é trabalhar com madeira e pedras castroadas. Também mexo com couro e objetos de decoração”, conta Rogério.

A arte artesanal também tem sua importância para Isaura Beatriz Brummer, 56, aposentada. Isaura, integrante do Centro Público de Economia Solidária de Itajaí Idalina Maria Boni (Cepesi), produz artigos de decoração para casa e encara a atividade, além de fundamental para a tradição da profissão, como uma fonte de renda.

Em todas as edições, o personagem destaque do ambiente artesanal é o Marejão. Chaveiros, fantoches, porta-recados, entre outros tipos de artesanato fazem sucesso por representarem o mascote da festa. Dona Enir Peres Cardoso trabalha é artesã há 20 anos e faz parte da Associação de Artesãos de Itajaí. Enir explica que em toda Marejada gosta de levar artigos que tenham a identidade da festa ou da cidade, como galo português, barcos e âncoras. “Eles fazem muito sucesso”, diz.

#geral

0 visualização
TEL: 47 3326 6033 
RUA AMAZONAS, 131 - BLUMENAU, SC 
RÁDIO UNIÃO FM - Copyright © 2019 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 
DESENVOLVIDO POR @MAURICIOCATTANI
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon